papo_delas_logo

SIGA O PAPO NOSSO CANAL /PAPODELAS
sem_filtro

O culote cresceu. E isso é libertador!

O culote cresceu. Os shortinhos número 36 já não estão cabendo mais e sabe de uma coisa? To feliz pra cacete. To comendo glúten, doce e a porra toda! Sim, não estou na minha melhor forma, mas também não estou me preocupando tanto. Estou feliz, completa e sentindo que a sua opinião não é lá tão importante. E isso é libertador!

Não que devamos viver a vida comendo besteiras, mas ficar se comparando a modelos de revista só vai te levar à frustração. Eu já fui muito focada em dieta e academia. Vivia me restringindo e quando ganhava 1- 2 kgs partia para aquelas dietas loucas. Dieta das frutas, da sopa, da lua… “Preciso secar em 10 dias!” Afinal, quem nunca? Mas será que somos mais felizes assim? A busca constante pela estética perfeita é massacrante. Nunca estamos satisfeitas.

Hoje estou uns 9 kgs mais gordinha, porém me sinto mais feliz. Não tenho mais pressa de emagrecer e nem me crítico por não estar como eu gostaria de estar. Por quê? Porque notei que isso não faz bem para minha mente, muito menos para minha alma; afinal de que adianta estar linda por fora e podre por dentro? 

A busca pelo corpo ideal me levou inúmeras vezes a angústias e insatisfações. Mas porque tanta preocupação em atingir o corpo ideal se isso não passa de um padrão estético – IRREAL – idealizado pela sociedade? Por que isso nos afeta tanto? 

Recentemente fiz uma viagem e pela primeira vez na vida me permiti comer tudo o que queria. E sabe qual foi a melhor coisa que fiz quando voltei? Não me pesei! Rs Sim! Por quê? PRA QUÊ? É super comum voltarmos de viagens mais pesadinhas. Ao invés de se culpar, sobe na esteira e corre trás… Literalmente.

Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.