papo_delas_logo

SIGA O PAPO NOSSO CANAL /PAPODELAS
sem_filtro

Acham que sou besta só porque uso rosa

Quem me vê passando na rua toda de rosa, nem imagina o furacão que eu posso ser.

“Aquela loira, patricinha, ô… filhinha de papai.”

Somos constantemente estereotipadas com ideias enraizadas que, no final das contas, não têm nenhum fundamento. O machismo, o sexismo, a misoginia, a ignorância, a preguiça intelectual e a má-fé ainda assombram a gente em pleno século 21.

Como se nossas roupas pudessem ditar quem somos ou nossa cor de cabelo noticiasse nossa capacidade intelectual. Afinal, quem aí não se lembra da “loira burra”? Um estereótipo feminino, caracterizado por uma mulher jovem e atraente, de cabelos loiros, que “peca” por ser exageradamente ignorante. O estereótipo, pejorativo e preconceituoso, popularizado a partir da década de 50, é um símbolo da cultura machista.

Um estereótipo que afeta especialmente as mulheres e que se baseia em duas crenças: que as loiras são sexy e que os bonitões são burros. Uma relação de ideias que temos ao considerar que as pessoas atraentes não precisam recorrer a sua inteligência para alcançar seus objetivos.

Se pararmos para pensar, desde que nascemos estamos acostumados não apenas a ouvir estereótipos, mas também a aceitá-los como totalmente verdadeiros. Como resultado, vamos construindo preconceitos sem nem perceber. Julgamos o outro pela sua aparência sem enxergar suas dores, muito menos os percalços pelo qual já passou.

Uma grande amiga uma vez me descreveu:

“Romântica incurável, também é camaleoa. Tem a capacidade infinita de se reinventar, mudar o mundo e as pessoas ao redor. Sabe ser empreendedora genial e moleca brincalhona. Sabe ser mulher frágil e também muito mais macho que metade dos homens que conheço.”

O que me fez pensar cair por terra todos os estereótipos que já me lançaram. Que ser romântica não é sinônimo de ser besta, muito menos que ser mulher é sinônimo de sexo frágil.

A verdade é que, quem resolve limitar o outro àquilo que se acha, perde grandes oportunidades de conhecer pessoas incríveis.

E quem me estereotipa, nem imagina o furacão que eu posso ser.

Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.