papo_delas_logo

SIGA O PAPO NOSSO CANAL /PAPODELAS
sem_filtro

Danos causados por esteroides anabolizantes são mais graves nas mulheres

Qualquer alimento que fornece energia e proteína ao corpo pode ser considerado anabolizante, ou seja, favorece o crescimento dos músculos. Mas, quando se fala em esteroides anabolizantes, é bem diferente. Trata-se de hormônios que estimulam o crescimento celular de vários tecidos, sobretudo muscular e ósseo. Esses hormônios, por serem masculinos, causam danos particularmente severos à saúde das mulheres. A seguir, veja 6 efeitos colaterais causados pelos esteroides no corpo feminino:

6 motivos para ficar longe dos esteroides anabolizantes

1) “Virar homem” 

A “bomba” tomada nas academias é na verdade um hormônio sintético derivado de testosterona. Portanto, quando ingerido por mulheres, logo se percebem algumas diferenças. “Crescimento de estrutura óssea, engrossamento da voz, surgimento de pelo, além do aumento da musculatura, dando ao corpo da mulher características masculinas”, pontua Cristiano Parente. Até o clitóris aumenta com o uso da substância.

2) Problemas na pele 

Com o tempo, o uso de esteroides anabolizantes afeta também um órgão essencial para a beleza da mulher. A pele tende a ficar mais oleosa e propensa ao surgimento de acnes durante a aplicação de hormônios.

3) Órgãos sobrecarregados

Além da pele, outras partes ainda mais importantes do corpo começam a sofrer: “O corpo da mulher não é preparado para lidar com tanto hormônio masculino. É uma sobrecarga para órgãos como os rins e o fígado”, observa Cristiano. “Outros danos mais graves são: risco de infarto, aumento do colesterol e pressão arterial”, emenda Karlos Brasília.

4) Desenvolvimento de câncer

“Os riscos para a saúde são muitos, desde o desenvolvimento do câncer, porque as células ficam tentando se reproduzir de maneira descontrolada, fora do que elas estão acostumadas a fazer normalmente, até a falência de órgãos, o entupimento de artérias e o desenvolvimento de outras doenças relacionadas ao sistema nervoso”, alerta Cristiano Parente.

5) Desequilíbrio hormonal

Claro que a ingestão de testosterona não pode fazer bem para o eixo hormonal das mulheres. Fazer uso de esteroides sem o devido acompanhamento pode causar um verdadeiro tumulto no ciclo menstrual.

6) Ciclo vicioso

Os motivos que levam uma pessoa a abusar da substância, como também os que a fizeram começar a usá-la, são geralmente a vontade de alcançar metas inconsequentes e conseguir performances nunca antes alcançadas. Isso se torno um ciclo vicioso e pode ser bastante perigoso. O personal trainer Cristiano Parente alerta que “cada corpo tem o seu limite, que é o seu código genético. As pessoas não conseguem desempenhar seus corpos de modo igual, já que a combinação genética de uma pessoa é totalmente diferente da outra. Então, algumas vezes, uma pessoa consegue um feito que uma outra não chegaria por essa limitação. E para tentar ir um pouco além, ela utiliza dessas substâncias, o que se relaciona a problemas psicológicos, psicossociais”.

Respeite seu corpo

Uma alternativa para quem deseja resultados rápidos nos treinos são os suplementos alimentares, mas nem isso é realmente necessário para manter a boa forma. “Se comer direito e descansar direito, com um bom treino, você consegue resultados excelentes em relação ao seu corpo e sua saúde”, resume o personal trainer Cristiano Parente, da Koatch Academia. 

“Uma dica que ajuda muito é a própria pessoa colocar a mão na massa, literalmente, e preparar seus alimentos e levá-los para o trabalho, academia, etc. Dessa forma, ela não foge da dieta, comendo besteiras na rua. Tudo isso, em médio prazo, dá muito mais resultado que o uso de anabolizantes”, completa Karlos Brasília, CEO da 2gobag.

Fonte: A Revista da Mulher

Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.