papo_delas_logo

SIGA O PAPO NOSSO CANAL /PAPODELAS
sem_filtro

Dog Park é opção para proporcionar lazer a cachorros

Depois de inovar trazendo espaços de lazer para os cachorros nas praças e espaços públicos da capital baiana, fazendo com que tutores e animais pudessem se divertir juntos, a Prefeitura, através da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), está implantando espaços aprimorados do projeto piloto do Cachorródromo, que ganhou uma nova roupagem e tornou-se um Dog Park.

Na composição do espaço, é possível encontrar diversas opções de brinquedos para os cães, equipamentos que podem ser utilizados em atividades para adestramentos, treinos e orientações, prática de exercícios físicos, além de séries de fisioterapia para reabilitação pós-cirúrgica dos animais. Estes são os principais diferenciais entre o Dog Park e a versão anterior, que ainda estava em fase de aperfeiçoamento através de estudos e da obervação do comportamento de animais e os tutores.

O gestor da Desal, Marcílio Bastos, explica que a proposta nasceu da necessidade de transformar espaços públicos para que pudessem abarcar o maior quantitativo de usuários possível. “Em shoppings do Brasil e até em outras metrópoles, como em Barcelona, esse conceito já existe. Implementamos mais equipamentos e possibilidades de maior divertimento para os cachorros, e seguimos estudando na fábrica da Desal outros equipamentos que possam aumentar ainda mais a utilização do Dog Park”, frisa.

No projeto do Dog Park, foram relacionadas plantas que não poderiam ser inseridas nos locais por conter espinhos ou algum tipo de substância venenosa. Também foram estabelecidas regras de utilização do espaço. Dentre as normativas, só é permitido o acesso de cachorros vacinados e livre de parasitas. Não é permitido o acesso de fêmeas no cio. Ainda é preciso ter conhecimento de que animais agressivos não devem entrar no local e a coleta das fezes do cachorro deve ser realizada pelo dono, mantendo o espaço limpo.

Morando próximo à Praça do Benjoim (Caminho das Árvores), inaugurada pela Prefeitura com o Dog Park na última semana, Luíza Calmon, 19 anos, afirma que o espaço vai dar maior qualidade de vida para seu cachorro. “Saio para passear fim de tarde todos os dias com meu cachorro, o Chico. Com esse espaço, ele pode brincar à vontade e eu não tenho a preocupação de alguém roubá-lo. Aqui alguns cachorros da mesma raça do Chico, maltês, já foram roubados. Com a iluminação nova, posso vir até à noite sem medo”, lembra.

Balanço – Há cinco equipamentos semelhantes em praças públicas de Salvador: praças ACM, em São Caetano; Santos Dummont, na Pituba; e Imbuí. Já há na Desal uma lista de praças que moradores solicitaram, via abaixo assinado, a inclusão da novidade. A próxima a receber o equipamento será a praça Ana Lúcia Magalhães, na Pituba. Está em estudo também a implantação do equipamento na praça do Lardo do Tanque e na Lord Cochrane.

Fonte: Secom

Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.