papo_delas_logo

SIGA O PAPO NOSSO CANAL /PAPODELAS
sem_filtro

Entre Minas: Manutenção Residencial Feita Por Mulheres, Só Para Mulheres.

Qual mulher nunca precisou montar um móvel, pregar uma prateleira na parede ou consertar um vazamento? E qual mulher nunca teve receio de chamar para sua casa um técnico/homem desconhecido enquanto estava sozinha?

Quem nunca ouviu falar daquele técnico “assanhadinho” que já chega perguntando quantas pessoas moram na casa ou se não tem nenhum homem pra poder realizar o serviço?

Foi pensando nesses medos e receios que May Barros idealizou o “Entre Minas” – um serviço de manutenção residencial feito por mulheres para atender exclusivamente mulheres – que atua em Salvador e no Recôncavo baiano e atualmente também desenvolve oficinas para capacitar mulheres a executarem algumas tarefas mais simples, como trocar uma resistência, usar uma furadeira, trocar uma tomada…

Nós trocamos uma ideia com a May e falamos um pouquinho sobre o seu negócio.

Se liga no papo!

Papo Delas: De onde surgiu a ideia de criar uma empresa de manutenção voltada a prestação de serviços destinados exclusivamente a mulheres?

May Barros – Há muito tempo que queria unir as minhas habilidades a vontade de ter o meu próprio negócio e que também fosse algo que me trouxesse segurança e conforto, então pensei em um ramo no qual muitas de nós temem, como por exemplo, receber um homem estranho em casa para realizar um serviço. Imaginei isso sendo feito por mulheres, para mulheres, minimizando assim esse medo.

Vi um empresa em São Paulo – “M’ana” – dando certo, então pensei: “Por que não tentar em Salvador?”. Foi aí que surgiu a “Entre Minas”.

P.D: Qual a missão do “Entre Minas”?

May Barros – A missão do Entre Minas é mostrar pra sociedade que mulheres são capazes de executar com qualidade, atividades de um mercado majoritariamente masculino, como o de serviços gerais. Além de não deixar nada a desejar na execução dos nossos serviços, nossa missão é trazer segurança e conforto para as mulheres que se sentem intimidadas com a presença de uma figura masculina desconhecida em sua casa.

P.D: Quais são os serviços oferecidos?

May Barros – Oferecemos um pouco de tudo! Os serviços vão desde a marcenaria, hidráulica, elétrica, pintura, até interiores e cenografia para filme e teatro.

P.D: De que forma se deu o contato de vocês com os serviços de manutenção?

May Barros – O contato se deu a partir do meu pai que é marceneiro e que sempre soube resolver todos os problemas relacionados à nossa casa. Ele sempre me deixou por perto para aprender e conhecer as ferramentas. A partir desse contato, já adulta, fiz cursos na área que contribuíram bastante, principalmente o curso de cenografia oferecido pela “Rosza Filmes”, no qual trabalhamos posteriormente com a cenografia e a arte do filme Café com Canela que foi premiadíssimo.

P.D: Antes do “Entre Minas” vocês já atuavam na área?

May Barros – Sou museóloga de formação e antes de montar a Entre Minas, já realizava os serviços para amigas e elas sempre me incentivavam a trabalhar com isso.

P.D: Vocês possuem algum processo de capacitação? Se eu quiser aprender, vocês me ensinam?

May Barros – Estamos oferecendo oficinas básicas de manutenção residencial para mulheres e em breve faremos um curso de marcenaria onde elas poderão criar um pequeno móvel e levar para casa.

P.D: O trabalho de vocês vai muito além de fazer um reparo, ou desenvolver um serviço focado em um nicho específico. Vocês trabalham com propósito e com verdade. O empoderamento da mulher e o estímulo ao empreendedorismo feminino fazem parte da essência do “Entre Minas”, vocês têm alguma história interessante nesse tempo de atuação que possa compartilhar com a gente?

May Barros – Quando realizamos um serviço, já saímos da casa da cliente como amigas. Compartilhamos histórias e experiências já tomando café na mesa. (RS) Sempre as deixamos a par de tudo que estamos executando e oferecemos, por exemplo, a furadeira para elas terem contato com o serviço. Isso tudo gera uma credibilidade. Temos uma cliente, que horas antes de dar à luz, estávamos reunidas na sua casa, almoçando. Nossa relação já não era mais apenas de prestadora de serviço e sim de amizade. Foi gratificante saber que nosso serviço foi justamente para atender ao bebê que estava chegando. Ter consciência de que você é parte de um processo desses é importante. Quando o neném nasceu, inclusive, ela nos escreveu pra dar a notícia.

P.D: Quem compõe o “Entre Minas”? Quem são essas mulheres? O que elas fazem?

May Barros – May Barros (idealizadora, proprietária, faz tudo e instrutora nas oficinas), 31 anos, baiana. É Graduada em museologia pela UFRB e também cenógrafa. Trabalhou com a criação do Memorial a Casa do Rio vermelho, e como cenógrafa, participou de dois longas metragens: “Café com Canela” e o filme “Ilha” que ainda não foi exibido, ambos da Rosza Filmes. Atualmente somos três fixas, mas estaremos em breve contratando em regime de estágio.

Facebook: May barros

Intagram: @maybarross

– Kali Morais, 41 anos, natural de Cruz das Almas e (responsável pela Entre Minas no recôncavo da Bahia), irá atender cinco cidades vizinhas. A previsão para os serviços no recôncavo é início de junho.

Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.