papo_delas_logo

SIGA O PAPO NOSSO CANAL /PAPODELAS
sem_filtro

Não me dê flores, me dê coxinha

Receber flores deixa muita gente feliz, mas receber coxinha, minha amiga, traz lágrimas de alegria aos olhos!

Todo Dia dos Namorados é sempre a mesma coisa, né? Corações vermelhos, chocolates, cartões, flores… Aquela data clichê acompanhada de uma forte sensação de déjà vu.

Ao mesmo tempo que desejamos ignorá-la e passar o dia, como qualquer outro, sentimos a necessidade de fazer algum tipo de comemoração. Como uma forma de afirmar que somos amadas sim. Uma coisa pequena qualquer, que preencha o vazio do dia, para evitar aquela horrível sensação de solitude, afinal vai dar espaço ao azar?

Estigmas são uma merda, não é mesmo? Mas será que o Dia dos Namorados é assim tão importante?

Para os solteiros, a apreensão de não terem encontrado ainda a pessoa amada. Para os namorados, muitas vezes, o perrengue dos restaurantes lotados ou até mesmo aquele gasto extra que vocês não estavam precisando no momento.

Mas se estamos atrás de quebrar paradigmas, por que não quebrarmos esse também?

Vamos comemorar o amor todos os dias… Com namorado, namorada, sem estar namorando, com amigas ou até mesmo sozinha, e por que não? Festejar os encontros, reencontros ou até mesmo aquele momento só seu; com a TV ligada e absolutamente nada pra fazer. Afinal, por que o dia dos namorados precisa ser apenas comemorado pelos casais?

Desapegue! Hoje em dia qualquer pessoa pode comprar felicidade. Ela vem dentro de uma caixinha. Ela se chama coxinha!

Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.