papo_delas_logo

SIGA O PAPO NOSSO CANAL /PAPODELAS
sem_filtro

Nova York pela boca

Parece até redundante escrever sobre como comer bem em Nova York, afinal, a cidade é cheia de lugares e restaurantes incríveis. Mas com tantas opções  disponíveis, será que é fácil decidir onde comer? Para te ajudar, fiz uma listinha de alguns lugares deliciosos que conheci na minha última viagem para lá. Vai te pegar pela boca!

LE BERNARDIN

Vocês conhecem o guia Michelin? Ele é como o Guia das Estrelas, a ‘Bíblia’ da gastronomia mundial. Todos os anos, vários restaurantes são agraciados com as estrelas Michelin, uma das classificações mais importantes do mundo da gastronomia.

Este ano, o Guia Michelin divulgou a seleção dos melhores restaurantes dos Estados Unidos, um total de 126 estabelecimentos – os mais estrelados encontrando-se nos estados de Nova York, Illinois e Califórnia, então se tiver por NY e couber no seu orçamento, não deixe de visitar um dos restaurantes nomeados.

Em minha última viagem tive o prazer de conhecer o Le Bernardin, uma das cinco casas mais bem avaliadas pelo guia em 2018. Pontuada com três estrelas Michelin, pontuação máxima que um restaurante pode atingir, possui uma cozinha de luxo e irrepreensível. Um restaurante que vale uma viagem especial, indicado como cozinha excepcional, onde os clientes comem extremamente bem, muitas vezes soberbamente.

Para terem noção da importância da classificação das estrelas Michelin, perder uma pode significar a falência do restaurante. Já a sua conquista pode colocá-lo no mapa da gastronomia mundial.

Pratos, apresentação e serviço impecável. Se estiver procurando por uma experiência única, este é o lugar.

Alguns dos meus pedidos

MEGU

Quer impressionar? Megu! O ambiente de arquitetura e design impecáveis surpreende desde a entrada.  Este restaurante japonês é conhecido pelas suas combinações surpreendentes, além das apresentações dos pratos que são de apaixonar. Há uma diversidade enorme de saquês desde os mais delicados até os mais fortes.

Mas apesar do burburinho e de promover uma experiência visual e gastronômica difícil de esquecer, achei que o restaurante deixou a desejar no sabor. Quer juntar os amigos para um jantar descolado? O lugar vale muito a pena, porém prepare o bolso.

EATALY

“Life is too short to not eat well” (A vida é muito curta para não comer bem) esse é o slogan do Eataly, e lhe cai muito bem. Um dos pontos gastronômicos mais famosos de NY, ele é visita obrigatória para os apreciadores da boa gastronomia. Ama comida italiana? Então aqui é seu lugar.

O Eataly tem tudo que o melhor da gastronomia italiana pode oferecer. São pastas, queijos, molhos, utensílios, vinhos e milhares de opções para passar horas lá dentro. O lugar remete àquelas grandes lojas de departamentos; uma mistura de restaurante e mercado. Dá para  abastecer a despensa, mas também fazer lanchinhos e almoços fora de hora por um bom preço e de qualidade.

Se você é apreciador de vinhos, então não pode ir embora sem antes passar no “Wine Shop”.

O Eataly tornou-se um dos centros gastronômicos mais famosos de Nova York, justamente por abrigar os principais nomes e restaurantes da cidade. Fundado pelo italiano Oscar Farinetti, o Eataly surgiu com a proposta de valorizar a matéria-prima de qualidade e representar a boa culinária italiana em Nova York.

Há também Eatalys em Turim, Milão, Gênova, Roma, Bolonha, Asti e Alba, na Itália; e em nove endereços em Tóquio e arredores; e também em São Paulo.

Pizza e vinho, tem coisa melhor? Minha escolha: Pizza de trufas negras e mozarela de búfala com um belo Barolo!

MAGNOLIA BAKERY CUPCAKES

Como uma boa amante dos doces – em especial cookies e cupcakes (confesso) – não existe ir para NY e não passar em uma das unidades da Magnolia Bakery. Seus doces explodiram em vendas depois que se tornou parte do cotidiano da personagem Carrie Bradshaw vivida pela atriz Sarah Jessica Parker, do seriado Sex and the City. Inclusive, indicação do momento é o Carrie Cupcake que é feito de baunilha e buttercream.

Aberta em 1996 e especializada em cupcakes, suas lojas vivem com filas e já virou até ponto turístico, mas a famosa confeitaria do seriado Sex and The City não leva fama à toa. Seus doces são para apreciar além dos olhos.

BUVETTE

O Buvette foi uma das surpresas mais agradáveis da minha última viagem a NY. Um lugarzinho charmoso e aconchegante inspirado nas tradições europeias. Rústico, chic e com comidas deliciosas, remete bem àqueles verdadeiros cafés Parisienses.

Localizado em West Village, é comandado pela chef Jody Williams e tem filial em Paris. O cardápio, apesar de mudar ocasionalmente, carrega clássicos da cozinha francesa, como o cassoulet, a torta de lagosta, o coq au vin e outros. Tudo maravilhoso!

Os pratos, além de muito bem feitos, vêm lindamente servidos e dá vontade de pedir todos do cardápio. Esqueça glúten free, lactose free, açúcar free… e se entregue às deliciosas tortas e pães caseiros.

Misto de restaurante, bar e café, o lugar é perfeito tanto para o café da manhã, um brunch ou um jantar à luz de pequenas velas, pois fica aberto até as 2am.

MINTON’S PLAYHOUSE

Fã de Jazz? Então você vai querer conhecer o Harlem! O lado da cidade que você não deve deixar de explorar. Ele é considerado o núcleo da cultura afro-americana dos Estados Unidos e promove uma experiência completamente diferente do resto de Nova York. Boa música, excelente culinária e uma história repleta de reviravoltas.

Dentre as casas de Jazz mais conhecidas do Harlem está a Minton´s Playhouse, que traz uma atração diferente a cada dia. Além de pratos deliciosos, o vinho, a boa música e o clima a meia luz, faz do ambiente o lugar ideal para ir com alguém especial.

Sabe aquela música que lhe abraça a alma? Assim foi a primeira apresentação que assisti no Minton’s Playhouse com a talentosíssima Syndee Winters.

Cantora Syndee Winters

THE WILLIAM VALE

O Hotel The William Vale é dono da vista mais incrível do skyline de Manhattan. É o prédio mais alto do bairro e fica localizado na beira do rio East River. Localizado no Brooklyn, com uma vista panorâmica da cidade, o pôr do sol aqui é indescritível.

Cheio de gente descolada, é mais um dos “hot stops” da cidade e é super disputado. Depois que apreciar a vista, vale descer para o bar/restaurante para jantar e fechar a noite. Sem fome? Aqui também é um ótimo lugar para passar a noite bebericando dos diferentes drinks da casa.

BAR PITTI

Um italiano badaladinho que serve massas frescas de qualidade impressionante. A casa é bem charmosinha, porém pequena, então é comum esperar um pouco para sentar.

Fundada em 1992, de lá pra cá já recebeu dezenas de celebridades gringas, turistas e locais. Mas apesar da fama, o Bar Pitti não é um restaurante caro, os pratos custam em torno de $15, e por isso vive lotado.

Um dos pratos mais pedidos é o parpadelle alla fiesolana, que vem com molho de tomate, bacon, creme de leite fresco e alguns temperos que tornam a massa leve e gostosa. Para os amantes de trufas – como eu -, a massa com trufas é outro prato que também faz bastante sucesso e tem um preço bem justo.

Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.