papo_delas_logo

SIGA O PAPO NOSSO CANAL /PAPODELAS
sem_filtro

Número de mortes por H1N1 em Salvador sobe para 10; veja locais de vacinação

Uma criança de apenas 2 anos, moradora do Horto Florestal, bairro nobre de Salvador, é uma das 10 vítimas fatais da doença, desde o início da campanha de vacinação contra a influenza na capital, que chega à sua quarta semana com apenas 29% de cobertura do público alvo.

Iniciada no dia 23 de abril, a estimativa é imunizar 90% das 541.451 pessoas elegíveis para receberem o imunobiológico, conforme recomendação do Ministério da Saúde. No entanto, até o momento, apenas 158.554 doses foram aplicadas, número considerado abaixo da expectativa.

“Na última semana, uma criança de apenas 2 anos veio a óbito na capital vítima da doença. Apesar da gravidade dos casos, é o público que menos tem procurado os postos de saúde para se proteger, menos de 20% foi imunizado. As crianças estão entre os grupos mais vulneráveis para complicações caso contraia a doença, inclusive com risco de morte, o que infelizmente já é uma realidade no município”, alertou a subcoordenadora de Imunização do município, Doiane Lemos, ao pedir mais atenção dos pais e responsáveis.

Quinze mortes na Bahia

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) informou, nesta quarta-feira (9), que até o último sábado (5) foram notificados 687 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 54 óbitos. Dentre esses casos, 116 foram confirmados para Influenza, sendo 100 pelo subtipo A H1N1, com 15 deles evoluindo para óbito.

Além das 10 mortes na capital, há duas na Região Metropolitana, em Camaçari (1) e Lauro de Freitas (1), e mais três no interior: Retirolândia (1); Saúde (1) e Serrinha (1).

No mesmo período de 2017 foram notificados 200 casos de SRAG, com 18 óbitos. Dentre eles, 19 foram confirmados para Influenza sem registro de óbitos, sendo dois casos de Influenza A H1N1.

Em toda o estado, foram confirmados casos de A H1N1 em 22 municípios. A faixa etária de maior ocorrência foi entre os menores de cinco anos e maiores de 60 anos, sendo que 66,6% dos óbitos ocorreram nesse grupo.

Sem classe social

A subcoordenadora de Imunização de Salvador destaca ainda a importância da vacinação como a melhor forma de prevenção, uma vez que a doença não tem classe social.

“Qualquer pessoa dos grupos elegíveis pelo Ministério está suscetível às complicações, independente de bairro ou classe social. A prevenção é a melhor medida para evitar os casos”, completou Doiane Lemos.

A taxa de cobertura dos demais grupos também continua baixa em Salvador, como gestantes (28,6%), idosos (34,6%) e trabalhadores da saúde (31,9%). As puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias) estão com a cobertura mais avançada, mas ainda distante do que é recomendado, com 50,7%. Dos 20.570 elegíveis para tomarem a vacina, apenas 20% procuraram os postos.

“Todas as estratégias estão sendo adotadas pela Secretaria Municipal da Saúde no sentido de elevar os números, mas contamos também com essa sensibilização por parte da população, já que a preocupação maior não é apenas no alcance de um número, e sim proteger vidas. É importante não deixar para a última hora, já que o imuno leva de 7 a 10 dias para fazer efeito no organismo”, pontuou Doiane Lemos.

Este ano, o imunobiológico disponibilizado para a população é trivalente, que protege contra os sorotipos H1N1, H3N2 e Influenza B.

Dia D

Para ampliar o acesso à imunização, no próximo sábado (12) será realizado o Dia D da campanha de vacinação, quando serão instalados pontos extras em locais estratégicos como shoppings, supermercados, escolas, creches, associações, igrejas e estações de transbordo, além do funcionamento dos tradicionais postos de saúde. A lista com a relação dos pontos de vacinação para o Dia D será divulgada na sexta-feira.

Clique na imagem para acessar o mapa com os endereços das 126 postos de vacinação de Salvador. Eles funcionam nas Unidades Básicas de Saúde, Unidade Saúde da Família e Multicentros, de segunda a sexta-feira (exceto feriado), das 8h às 17h.

Foto: Reprodução

 

Fonte: Correio

Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.