papo_delas_logo

SIGA O PAPO NOSSO CANAL /PAPODELAS
sem_filtro

O olhar feminino através das lentes

Como na maioria das profissões, as mulheres vêm ganhando mais espaço na fotografia. Mas ainda assim é um espaço majoritariamente masculino

 

Marianna Calmon é Fotógrafa e mulher de 29 anos. Inserida em uma família que sempre valorizou a arte, se descobriu fotógrafa há pouco mais de cinco anos. Formada em administração, hoje Marianna já tem na bagagem trabalhos de grande importância no cenário da moda baiana. Inserida no mundo das artes desde cedo, Marianna foi bailarina e sempre teve exemplos de mulheres de personalidade forte dentro de casa. “Cresci em uma família com muitas mulheres e todas elas me inspiram demais, todos os dias. É incrível!”

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

🖤

Uma publicação compartilhada por @ mariannacalmon em

Em entrevista ao Papo Delas, a fotógrafa nos conta como têm sido sua trajetória na fotografia, entre anseios, machismos e desafios.

PD – A arte sempre esteve presente na sua vida, ou foi algo recente?

MC –Minha ligação com fotografia e arte sempre foi muito natural, meu pai gostava de fotografar, minha vó amava pintar, fiz aula de dança dos 4 aos 25 anos, meu avô fazia uma assinatura dos espetáculos do TCA para mim e iamos juntos assistir espetáculos concertos o ano todo, era uma delicia. Mas tudo isso sempre fez parte da minha vida de uma forma muito orgânica e não pensava em nada relacionado a arte como uma profissão. Estudei a vida inteira em uma escola tradicional e apesar de não haver nenhuma pressão dentro de casa para que eu escolhesse uma profissão “tradicional” do lado de fora essa pressão era grande.

PD –Conte para nós quais desafios e preconceitos você enfrenta ou enfrentou.

MC – No dia a dia acredito que a segurança é o maior problema, infelizmente nos sentimos muito vulneráveis fotografando sozinhas na rua, ou então acompanhadas de outras mulheres. Mas além disso já cheguei em trabalhos e alguém da equipe perguntou onde estava “o fotógrafo” porque as pessoas partem do pressuposto que será um homem. Já aconteceu de estar trabalhando com um colega do sexo masculino e as pessoas acharem que eu era assistente, apesar de estarmos fazendo o mesmo trabalho.

PD – A diferença do olhar feminino x olhar masculino.

MC – Existe uma diferença porque o nosso olhar está diretamente ligado com a nossa visão do mundo e com as experiências que vivemos. Sabemos que nestes dois pontos mulheres e homens são bem diferentes. As mulheres têm sexto sentido. Elas podem gerar uma vida, transformando-se em leoas para proteger suas crias, além de ter o olfato mais aguçado. Os sentidos nas mulheres são mais aflorados, de fato!

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Feliz dia! ❤️

Uma publicação compartilhada por @ mariannacalmon em

“Os desafios para uma mulher fotógrafa ainda são muito maiores do que para um fotógrafo do sexo masculino, mas em especial na ultima década este cenário vem mudando” 

PD – Em qual momento se descobriu fotógrafa?

MC– Quando estava fazendo um curso de fashion Image no Instituto Marangoni. Era um curso totalmente voltado para moda, mas descobri o quanto a fotografia envolvida em todo o processo me encantava. Quando voltei decidi juntar meu interesse por moda a minha paixão por artes visuais. Na fotografia tenho como referência as fotógrafas Anni lebovitz, Consuelo kanaga, Cass bird, Darian Volkova, Mana Gollo, Lhais Brugni, Cella Figueredo.

Sob os olhares delas

O olhar da mulher é tão sensível quanto aos papeis desenvolvidos pela fotografa Constance Talbot, que no século IX descobriu métodos que absorviam melhor a luz e mais rapidamente as imagens.

Entre tantas que fizeram história, como Ann Cook e Antonieta DeCorrevont, que conquistou o título de primeira mulher a trabalhar profissionalmente com fotografia, ao abrir um estúdio especializado em retratos, em 1843, temos as mulheres do século XX, como Uma das mais famosas retratistas da atualidade, Annie Leibovitz, que fotografou diversas celebridades durante sua passagem pelas revistas Rolling Stone e Vanity Fair.

Novamente nos questionamos sobre o equilíbrio em qualquer que seja a área profissional do homem x mulher, já que em pleno século XXI ainda temos um gap enorme sobre o numero de fotógrafas mulheres. Dados da world Press Photos apontam que de sua totalidade, as mulheres ocupam apenas 20% do números de fotógrafos no mundo.

Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.