Festejos de fim de ano contarão com 26,6 mil turistas de cruzeiros em Salvador

O volume de turistas de cruzeiros marítimos a atravessar as catracas do Terminal de Passageiros do Porto de Salvador, no Comércio, para acessar história, tradição, festas populares e belezas da capital baiana, se intensifica nas proximidades das festas de fim de ano. Desta segunda-feira (18) até 3 de janeiro, está prevista a chegada de sete embarcações trazendo 26.675 visitantes, permitindo que os passageiros conheçam também a tradição natalina e o Réveillon da cidade.

Na terra de todos os santos, os visitantes podem escolher diversos roteiros a partir do gosto individual. Há quem opte por seguir as atrações do calendário de eventos, que neste verão terá 42 dias de festa. O ponto de maior destaque é o Festival da Virada – com cinco dias gratuitos de música à beira-mar, agora em novo espaço: a orla da Boca do Rio. A estimativa é de que 500 mil pessoas circulem pelo espaço diariamente, para celebrar a chegada do novo ano ao som de atrações locais, nacionais e internacionais.

Temporada – O período conhecido como temporada de cruzeiros, iniciado em novembro, contará com, aproximadamente, 150 mil turistas chegando de vários lugares do Brasil e do mundo até o final do verão de 2018. A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) estima que 85% dos passageiros desta modalidade de viagem descem do navio para visitar a cidade e fazer compras. Partindo desta premissa, os passageiros dos 51 cruzeiros previstos para atracar na cidade durante este período devem injetar R$ 62,5 milhões no comércio local. Isso porque setores da economia soteropolitana estimam o gasto médio individual desse público como algo próximo de R$ 485/dia.

Uma característica presente na temporada 2017/2018 é que mais de 90% dos navios que passarão por Salvador são de origem nacional. São embarcações vindas do Rio de Janeiro, Búzios, Ilhéus, Recife, Santos e Maceió, por exemplo. Há ainda turistas embarcados na cidade de Mindelo, em Cabo Verde, e Santa Cruz de Tenerife, na Espanha.

Estrutura – Ao desembarcar em Salvador, os turistas têm acesso a toda estrutura do Terminal Náutico, com lanchonetes, lojas de câmbio e souvenires, além de atendimento bilíngue e segurança, num ambiente totalmente climatizado. “Essas pessoas movimentam o turismo de uma forma especial, visto que, apesar do pouco tempo de estadia na cidade, visitam bares, restaurantes e setores do comércio local, alimentando a economia da capital baiana”, explica a presidente da secção baiana da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abav), Maria Ângela Carvalho.

Em solo soteropolitano, os visitantes podem conferir os novos equipamentos disponibilizados pela Prefeitura, como a nova estrutura de trechos da orla marítima, praças, parques e espaços verdes. Também é oferecida uma ampla variedade de serviços, que passam pela limpeza urbana, ordenamento de trânsito e comércio, transporte público interligado com o metrô e com destino aos principais pontos turísticos da capital baiana.

O leque de opções disponíveis para o turista interessado na arte e tradição cultural soteropolitana contempla visitas à Casa do Benin, no Pelourinho, aos fortes de São Diogo e Santa Maria, na Barra, com exposições permanentes do artista plástico Carybé e do fotógrafo Pierre Verger, respectivamente. A cidade mantém ainda oito museus localizados no Centro Histórico, que vão abrir as portas para melhor atender aos visitantes.

Segurança – Os roteiros da cidade contam com o apoio e monitoramento da Guarda Civil Municipal por meio do Grupamento de Apoio ao Turista (GAT), que atua na prevenção de crimes e outros transtornos que possam acometer os visitantes. O serviço conta com 81 agentes em turnos de seis horas, totalizando 24 horas de rondas pelos locais de maior concentração de pessoas nos meses de verão.

As equipes destinadas a estas funções recebem treinamento em inglês e noções de atendimento ao público, para garantir uma interação mais eficaz com os turistas. Segundo informações da GCM, nos meses da alta estação, o trabalho é intensificado no perímetro compreendido entre o bairro do Santo Antônio Além do Carmo e o Mercado Modelo, no Comércio.

Fonte: PMS

Input your search keywords and press Enter.