papo_delas_logo

SIGA O PAPO NOSSO CANAL /PAPODELAS
sem_filtro

Programação do Pelourinho Dia e Noite agita Centro Histórico até fevereiro

Começou a festa multicultural no verão do Centro Histórico. O prefeito ACM Neto lançou nesta quinta-feira (13) a nova etapa do Pelourinho Dia e Noite, na Catedral Basílica Primacial São Salvador, no Largo Terreiro de Jesus, Pelourinho. Até fevereiro de 2019, serão realizados 127 eventos artísticos em forma de concertos, teatro musical de rua, desfiles percussivos, rodas de samba e de capoeira e shows intimistas. Todas as atividades serão abertas ao público e gratuitas. O projeto, que é coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), por meio da Diretoria de Gestão do Centro Histórico, envolverá mais de 500 profissionais nas ações realizadas.

O prefeito destacou que a série de intervenções culturais vem agregar conteúdo aos investimentos feitos na infraestrutura da região, que recebe cerca de R$ 300 milhões provenientes de recursos municipais, fruto do programa Salvador 360. “Salvador é essa cidade cujo povo tem capacidade singular de receber pessoas de todas as origens, com o que temos de mais especial. Começamos agora uma série de atividades, que vão tomar todos os dias o Centro Histórico da cidade, como elemento para movimentar a região. É, portanto, a valorização da região não apenas nas obras de infraestrutura que a Prefeitura vem fazendo, mas também no seu conteúdo, destacando a cultura e as tradições da Bahia. A programação é diversificada e vai surpreender a todos, pois foi feita com muito capricho”, afirmou.

Ao lado do vice Bruno Reis e das filhas Lívia e Marcela, o prefeito acompanhou as atrações da noite, com as apresentações da OCsal (Orquestra de Câmara de Salvador) e Coral Ecumênico da Bahia, na igreja, e da República de Tambores, na área externa. Nesta semana de estreia, será promovida uma programação intensa e diversificada para que baianos e turistas possam viver um final de ano repleto de arte no Centro Histórico.

A expectativa de público durante os três meses de projeto é de 40 mil pessoas. Entre as atrações do Pelourinho Dia e Noite estão os ensaios abertos do Polo de Orquestras do Pelô (Popelô); shows na Cruz do Pascoal; apresentações de grupos de samba, no Viradão do Samba, e de bandas percussivas, no República dos Tambores; o “Circuito Jorge Amado”, com o Polo de Teatro Itinerante da Bahia (Poti); e rodas de capoeira, no “Capoeira sou Eu”.

A diretora de Gestão do Centro Histórico, Eliana Pedroso, também responsável pela concepção artística do programa, ressaltou que o projeto volta para enriquecer a vivência dos turistas que visitam Salvador, mas reafirma também a importância do Pelourinho Dia e Noite para quem mora na cidade. “O projeto vai incrementar o fluxo de pessoas no Centro Histórico, que serão atraídas pela multiculturalidade da programação, e faz uma convocação aos soteropolitanos para que vivam o Centro Histórico”.

Popelô – As apresentações do Popelô serão realizadas na Catedral Basílica, em igrejas do Centro Histórico e no Cruzeiro do São Francisco, em forma de concertos. Além de também promover ensaios abertos, ambos semanais. Sob a coordenação do maestro Ângelo Rafael, participam das ações a Orquestra de Câmara de Salvador (OCSal); sob regência do próprio Ângelo Rafael, a Sanbone Pagode Orquestra, do maestro Hugo Sanbone; e a Orquestra São Salvador, do maestro Fred Dantas.

Circuito Jorge Amado – O espetáculo de teatro musical de rua “Circuito Jorge Amado” volta a transformar as ruas do Pelourinho, o Cruzeiro do São Francisco e o Terreiro de Jesus em palcos onde os personagens mais notáveis de Jorge Amado ganham vida, criam cenas e fazem a plateia se emocionar. Tudo isso em meio a um verdadeiro carnaval promovido pelo cortejo de amigos que arrastam pelas ruas o caixão de Quincas Berro D’Água.

Nesta edição, o Pelourinho Dia e Noite amplia o conceito do “Circuito Jorge Amado” para transformá-lo no Polo de Teatro Itinerante da Bahia (Poti), e também apresenta uma ação voltada para o segmento da capoeira. “O Poti representa um desdobramento da ideia inicial gerada com o Circuito Jorge Amado, para que possamos tornar o Centro Histórico uma referência nacional de teatro de rua itinerante, num movimento permanente de novas montagens, também contribuindo para a maior popularidade do teatro produzido na Bahia”, revela Eliana Pedroso.

Com direção de Edvard Passos, o “Circuito Jorge Amado” tem consultoria artística de Eliana Pedroso, trilha sonora de Gerônimo Santana, direção musical de Luciano Bahia, grande elenco de atores baianos e participação da Cia de Dança Tradições. A saída do espetáculo, com o “Velório de Quincas Berro D’Água”, será realizada no Largo do Pelourinho, às 19h. A chegada é no “Cabaré da Zazá”, montado na Cantina da Lua.

Capoeira Sou Eu – A ação vai ocupar as ruas do Pelourinho, promover rodas de capoeira, prestigiando esse segmento atuante no Centro Histórico, ao mesmo tempo oferecendo novos parâmetros de produção.

República dos Tambores – Esta é uma ação de caráter artístico e social, e volta a marcar presença com o circuito itinerante de grupos de percussão, tocando no Largo do Pelourinho, no Cruzeiro do São Francisco, no Terreiro de Jesus e nas ruas e ladeiras do Centro Histórico. Esta edição vai contar com o Projeto Axé, além dos grupos Tambores e Cores, Swing do Pelô e Meninos da Rocinha do Pelô.

Viradão do Samba – As rodas de samba deste projeto irão promover em três pontos diferentes – Praça da Sé, Rua das Laranjeiras e Largo do Pelourinho –, encontros onde o samba é o rei absoluto. Os grupos Jota Zô, Samba de Verdade e Bambeia garantem a festa, sempre a partir das 20h.

Shows Intimistas – Estas apresentações serão realizadas na Cruz do Pascoal, no Santo Antônio Além do Carmo, em janeiro e fevereiro de 2019, e colocarão em cena músicos baianos da melhor qualidade.

 

Confira a programação de dezembro:

Dia 14/12 – sexta-feira

17h – Popelô – apresentação da Sanbone Pagode Orquestra, do maestro Hugo Sanbone, na Catedral Basílica.

18h – República dos Tambores – desfile percussivo com os grupos.

19h – Circuito Jorge Amado – encenação do espetáculo de teatro musical de rua “Cidade da Bahia”, do Largo do Pelourinho ao Terreiro de Jesus.

20h – Viradão do Samba – rodas de samba na Praça da Sé, Rua das Laranjeiras e Largo do Pelourinho.

 

Dia 15/12 – sábado

18h – República dos Tambores – desfile percussivo com os grupos

19h – Circuito Jorge Amado – encenação do espetáculo de teatro musical de rua “Cidade da Bahia”, do Largo do Pelourinho ao Terreiro de Jesus.

20h – Viradão do Samba – rodas de samba na Praça da Sé, Rua das Laranjeiras e Largo do Pelourinho.

 

Dia 16/12 – domingo

11h – Popelô – apresentação da Orquestra São Salvador, do maestro Fred Dantas, na Catedral Basílica.

12h30 – República dos Tambores – desfile percussivo com os grupos.

 

Dia 17/12 – segunda-feira

19h – Popelô – apresentação da Orquestra de Câmara de Salvador – OCSal, acompanhada do Coral Ecumênico, sob regência do maestro Ângelo Rafael, na Catedral Basílica.

 

Dia 18/12 – terça-feira

17h – Missa Campal da Igreja do Rosário dos Pretos – Largo do Pelourinho – com participação do Coral do Rosário e dos grupos do Viradão do Samba

 

Dia 20/12 – quinta-feira

17h – República dos Tambores – desfile percussivo com os grupos

 

Dia 21/12 – sexta-feira

17h – República dos Tambores – desfile percussivo com os grupos

 

Dia 22/12 – sábado

11h República dos Tambores – desfile percussivo com os grupos

 

Fonte: SECOM

Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.