papo_delas_logo

SIGA O PAPO NOSSO CANAL /PAPODELAS
sem_filtro

Trancoso: O que você precisa saber antes de ir para esse paraíso

Esse pedacinho de paraíso com caráter internacional no sul da Bahia, a mais ou menos uma hora de carro de Porto Seguro, é uma região de muitos atrativos. Com belezas exuberantes, uma cultura forte e uma popularidade internacional, Trancoso é uma terra de contrastes! 

Para aqueles que não conhecem, Trancoso é uma vila tranqüila, charmosa, muito preservada, popular entre jovens e pessoas do mundo afora (até mais do que brasileiros). A região foi fundada no início da colonização portuguesa (no século 16) pelos Jesuítas como aldeamento indígena para catequização dos índios, com o nome de  São João dos Índios.

Há alguns vários anos, deixou de ser a vila rústica e isolada, descoberta pelos hippes nos anos 70, para se tornar um destino turístico dos antenados, vips e jetsetters. Mas com toda essa história e mudanças, a região é cheia de contrastes e características próprias. O que então você precisa saber antes de marcar sua viagem para Trancoso:

Local & Internacional


Ao mesmo tempo que Trancoso é uma região pequena, com características da Bahia e uma cultura forte exposta na sua arquitetura, costumes e gastronomia, é também uma região dominada por “gringos” (principalmente franceses, holandeses, portugueses e argentinos). Muitos europeus são donos de pousadas, têm casas ou vão com freqüência com a família para este destino. Em consequência, todo o serviço (e valores) por lá são feitos em função dos estrangeiros – que foram responsáveis por desenvolver a região e deixar tão conhecida mundialmente.

F464E533-522C-455D-ACEF-8C66EBE3776D

Foto: Reprodução

Agitado & Tranquilo


Ano-Novo é o período mais conhecido de Trancoso e, por esse motivo, a região ferve de pessoas do mundo todo. Neste período, muitas festas acontecem na cidade, durante o dia e noite. Porém, ao mesmo tempo que é um local para quem busca fazer festa em uma determinada época do ano, Trancoso  é o lugar para aproveitar uma boa praia e se desconectar. Os paradores de praia fecham entre 17h e 18h, então a tarde é perfeita para descansar nas pousadas. A noite no quadrado é mais tranquila, com música ao vivo nos restaurantes, sem festa, sem badalo – e poucas opções de bares para seguir noite adentro (com exceção do final de ano, claro!).

60D7A13F-63AC-4033-A4F2-40A9BBC69245

Foto: Reprodução

Chic & Simples


Ao mesmo tempo que pessoas famosas e com alto poder aquisitivo frequentam Trancoso – por esse motivo as pousadas, restaurantes e paradores são bem caros – o lugar é simples e rústico. As estradas são de terra, o quadrado, centrinho principal, não tem iluminação à noite (apenas luz de velas), as pousadas são bem equipadas e requintadas, mas com uma decoração rústica e os restaurantes são na rua, com pé na terra. Em Trancoso ser simples e rústico é ser chic!

D05D394A-E20C-4B7B-A4CB-EDD2FF7489DA

Foto: Reprodução

Para desconectar & Conectar-se


Trancoso é cercado por muita vegetação. As pousadas são escondidas no verde, a praia é cheia de coqueiros, as árvores se perdem pelas ruas – com placas que falam para as pessoas fazerem silêncio e escutarem os pássaros. Um lugar perfeito para se desconectar, curtir a natureza, relaxar. Mas, ao mesmo tempo, é um lugar em que as pessoas querem se conectar, porque não podem ou querem ficar de fora, e sim estar presente. Muitos eventos, casamentos, aniversários e outras comemorações acontecem lá – e as redes sociais reportam isso muito bem. As pessoas vivem momentos desconectadas, mas já querem se conectar (e mostrar onde estão) e então aquela paz se contrasta com a badalação. Para você, qual seria a melhor conexão de Trancoso?

133DD094-2E91-40E2-A0E2-25BDCC146EC5

Foto: Reprodução

Areia & Parador


Mesmo que se falando em Bahia, não espere uma praia de água azul transparente, areia branca e fina, como é possível encontrar em muitos lugares do Brasil. Mesmo que lindo, Trancoso não é aquela praia paradisíaca (mas vai ficando mais linda a medida que você vai indo para o sul, como Itapororoca e Praia do Espelho), mas é praia! E tem natureza abundante! Mas sabe o que? Lá as pessoas só ficam em paradores e restaurantes de praia. Aquela história de se atirar na areia, com seu guarda-sol…..não tem. O negócio é pagar uma consumação e ficar no sofá de um dos beach clubs, pedir uma bebida e comida e quem sabe, de vez em quando, se atirar no mar. É a natureza em contraste com a civilização.

5E384271-024B-4961-B88C-38EF2D3DA68D

Foto: Reprodução

Mas quer saber? entre tantos contrastes, cores e energias, Trancoso é sim um lugar para se apaixonar! Boa viagem!

Fonte: Revista Donna

 

Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.